Newsletter subscribe

Cultura, Estudo

Meditar melhora rendimento escolar

Posted: 22 às 11:33   /   by   /   comments (0)

A técnica de meditação transcendental melhora o rendimento em matemática e línguas em estudantes de baixo rendimento do ensino fundamental, segundo um novo estudo realizado na Califórnia, nos Estados Unidos, com 189 participantes, e publicado na revista “Education”.Especialistas dizem que a meditação deixa os alunos mais calmos, felizes e menos hiperativos; com uma maior capacidade para se concentrarem na atividade escolar. No que diz respeito ao ambiente, nas escolas onde a técnica já foi implantada, os professores relatam menos brigas entre os estudantes, menos uso de linguagem abusiva e, de modo geral, um ambiente mais tranquilo.

Segundo Ronald Zigler, um dos autores e professor na Penn State, os resultados da pesquisa reforçam a tendência da educação com foco na mente e no desenvolvimento corporal para o sucesso escolar.

— Precisamos implementar mais programas desse tipo nos colégios públicos do nosso país, com mais esforços de avaliação — disse.

O estudo mostrou que os alunos que praticavam o programa de meditação transcendental (125, e 64 no grupo controle) apresentaram aumento significativo no rendimento em matemática e inglês no ano letivo. Pelo menos 41% dos estudantes avaliados tiveram ganho de pelo menos um nível de desempenho em matemática em comparação com 15% do grupo que não meditava, especialmente entre os alunos com mais baixos níveis de performance.

— Essa pesquisa inicial confirmando os benefícios de um momento tranquilo, da meditação, no desempenho acadêmico é uma promessa para a educação pública — disse Sanford Nidich, outro autor e professor de pedagogia na Maharishi University of Management. — Os resultados sugerem que existe uma forma fácil de implementar o programa educacional que pode ajudar meninos e meninas com menor desempenho escolar.

Nos Estados Unidos, o ensino fundamental desperta grande interesse dos educadores por causa do baixo desempenho acadêmico nacional. Sessenta e seis por cento dos estudantes da oitava série estão abaixo do nível de proficiência em matemática e 68% estão abaixo do nível de proficiência em leitura, com base na Avaliação Nacional do Progresso Educacional, em 2009.

Entre os participantes voluntários, 97% eram estudantes de minorias raciais e étnicas, e o programa de meditação era praticado em sala de aula duas vezes por dia. Segundo os autores, a técnica é fácil de ser implementada e permite a mente se acalmar e se manter num estado de “alerta descansado”. E a prática deste programa de redução de estresse não implica em qualquer mudança de crenças, valores, religião e estilo de vida. Outras pesquisas com estudantes indicam que a meditação alivia o sofrimento psíquico, melhora a capacidade de enfrentamento positivo, diminui da pressão arterial, os batimentos cardíacos e reduz o absenteísmo em sala de aula.

Fonte O GLOBO, com agências internacionais

Comentários

comentários

Comments (0)

write a comment

Comment
Name E-mail Website